ASSISTA DE GRAÇA DOCUMENTÁRIO CENSURADO PELA CINEMARK: 1964 – O BRASIL ENTRE ARMAS E LIVROS

794

Neste final de semana tivemos a estréia do excelente documentário produzido pelo Brasil Paralelo: 1964 – O Brasil entre armas e livros.

Antes de mais nada, vamos saber de fato o que é e quem são as pessoas que fazem parte do projeto Brasil Paralelo, já que no Brasil não se pode contar com a mídia “oficial” que há muito esqueceu o que significa o sentido de informar, trocando esta, que é a sua razão de existir, por desinformar, manipular e cuidar dos próprios interesses.

Quem é o Brasil Paralelo

O Brasil Paralelo é um projeto financiado por pessoas comuns, com a intenção de resgatar a história dos momentos mais marcantes e importantes da história brasileiro como eles de fato ocorreram. O projeto conta com a participação de mais de 50 especialistas, produz documentários, filmes, palestras… que são de extrema relevância para todos aqueles que já acordaram para o fato de que o que nos é contado na educação formal no Brasil, principalmente nas últimas duas décadas, é uma distorção extremamente mentirosa do passado do nosso país. A nossa história, a história dos nossos antepassados, aquilo o que pode nos unir e nos fazer orgulhar de sermos brasileiros nos foi roubado por décadas de interesses escusos de determinados grupos políticos que desejam tomar para si o Brasil, destruindo o vínculo e o amor que os brasileiros tem ou passam ter pela sua terra, sua comunidade, seus costumes, a luta dos seus antepassados para formar essa nação.

O projeto Brasil Paralelo se esforçou para juntar uma equipe de pessoas realmente brilhantes e realmente especialistas nos assuntos sobre os quais tratam (enquanto a mídia oficial se esforça para trazer “especialistas” sem nenhuma especialização decente, sem currículo, sem publicações de relevância, mas comprometidos a lhes ajudar a continuar mamando nas tetas do governo). Veja alguns nomes que estão na equipe de conteúdo do Brasil Paralelo:

– Luiz Phillipe de Orleans e Bragança – Cientista Político mestrado em Stanford.

– Flávio Morgenstern – Escritor e Analista Político

– Rafael Nogueira – Professor de História e Pesquisador

– Percival Puggina – Professor e Escritor

– Hélio Beltrão – Fundador Presidente do Instituto Mises Brasil

– Luiz Felipe Pondé – Filósofo e Escritor.

– Olavo de Carvalho – Filósofo Reconhecido por Grandes Filósofos e Pensadores Internacionais e autor de diversos Best Sellers.

– E mais de 150 outros nomes relevantes, aos quais você pode conhecer acessando o site do Brasil Paralelo:

Brasil Paralelo

Filme 1964 – O Brasil entre Armas e Livros

Apesar de a podridão à qual se tornou a mídia brasileira, seus auto proclamados intelectuais e formadores de opinião, que atualmente não se dão ao trabalho e nem à dignidade de dizer o mínimo de verdade sobre os assuntos aos quais publicam, o documentário 1964 – O Brasil entre Armas e Livros é uma pesquisa histórica produzida com extremo cuidado e baseada em documentos, muitos deles produzidos pelos grupos políticos participantes, interessados e patrocinadores da dita guerrilha armada da época em que os fatos se desenvolveram.

O filme documentário também trás documentos produzidos por alguns dos governos que financiaram ativamente estes guerrilheiros em nosso país, como Rússia e Cuba, documentos estes que revelam as intenções destes governos estrangeiros para o Brasil naquele momento, intenções estas que se fazem presentes até hoje.

É muito fácil perceber que há, em sua maioria, grupos de mídia “tradicionais” no Brasil, que há muito formam um sombra tenebrosa que caminha ao lado dos poderes oficiais do país, barrando o caminhar saudável destes poderes e arrancando-lhes pedaços da carne ainda em vida, provocando enormes sangramentos em feridas profundas. Estes grupos censuraram e deturparam as informações que a população pôde ter acesso, além de omitirem e esconderem informações importantes, fatos históricos e verdades sobre o nosso país. Esses grupos que se acham donos do povo brasileiro, querem continuar a ditar, censurar, deturpar, omitir, manipular, se apossar das almas do povo brasileiro.

Ainda temos muita gente fraca que cai nessa narrativa, ainda temos muita gente fraca que se deixa levar pelo mar de desinformação e mentiras que se tornou tv, jornais, revistas e tantas outras publicações que dormem e acordam pensando, dia e noite, em formas de puxar para si aquilo o que poderia beneficiar a todos os brasileiros.

Fazer críticas negativas baseadas em narrativas históricas faltas e manipuladas é fácil. Quero ver ter a coragem de assistir àquilo o que criticam e depois reescrever a crítica baseando-se nos que realmente aconteceu.

Se a mídia brasileira ainda não conseguiu te aprisionar, eu te convido a assistir, de graça, ao documentário produzido pelo Brasil Paralelo, ele está logo abaixo, completo e liberado de graça pelos seus produtores.

Para todos os outros que preferem se deitar junto às narrativas históricas mentirosas que foram e são produzidas como educação e informação no Brasil, há um bom trecho da palavra de Cristo, se é que estes poderão entender sobre o que falava Ele neste chamado tão válido até os dias atuais:

Segue-me, e deixa que os mortos enterrem os seus mortos; tu vai e anuncia o reino de Deus (Lc 9, 57-60; cfr. Mt 8, 19-22).

SIM, NÓS TEMOS TELEGRAM E SE VOCÊ TEM TAMBÉM CLICA LOGO NO LINK AÍ E CONHECE O NOSSO: https://t.me/gpspezquizaoficial

.