Dono e empregado de loja de Azbox presos e clientes ameaçados

1905

O jornal online ACritica de Manaus publicou uma matÉria no inÁ­cio da semana passada sobre uma operação deflagrada pela PolÁ­cia Civil e Prefeitura de Manaus, denominada Centro Seguro 10, que culminou no fechamento da loja AZ-Tron, situada na rua Quintino BocaiÁºva, no Centro da cidade.

Durante a operação tambÉm foram presos o dono da loja, de 62 anos, e o empregado dele, um tÉcnico em eletrônica de 53 anos.

Foram apreendidos na loja Aztron 63 decodificadores de tv, pelas fotos divulgadas foram diversos decodificadores LexuzBox e vários receptores de satÉlite piratas de outras marcas. TambÉm apreendidos três caixas de cabo coaxial, um notebook, três telas de DVD, dois celulares e dinheiro es espÉcie num total de R$ 23.750,00.

A loja estava sendo investiga havia dois meses e segundo a reportagem vendia os receptores piratas por R$ 700 e cobrava uma taxa mensal pela atualização dos aparelhos, e a partir daÁ­ a reportagem É bastante confusa, demonstrando que ou quem escrevia a reportagem não sabia sobre o que estava falando, ou a reportagem não quis dar maiores detalhes sobre como funciona a pirataria da tv por assinatura para não incentivar mais clientes em Manaus.

Segundo a matÉria o que estava acontecendo era o furto de sinal da operadora de tv por assinatura Á  cabo NET e publica o relato do perito policial sobre o ocorrido: “O esquema era relativamente simples, onde a empresa recebia dois sinais clandestinos da Net TV, e utilizava esse sinal para fazer a atualização desses decodificadores irregulares. O usuário que comprava esses aparelhos, utilizava o sinal da TV a cabo de graça, por que o sinal ficava desbloqueado a cada vez que eram realizadas as atualizações”.

Confuso não É mesmo, no entanto para quem sabe como funciona um receptor pirata tambÉm sabe que não É nada disto.

O grande diferencial nesta apreensão de receptores piratas e no fechamento da loja Aztron É que a loja mantinha um arquivo de documentação de venda e atualização de receptores piratas na casa de seus clientes durante os Áºltimos três, o que segundo delegado que atuou nesta apreensão vai facilitar a localização dos usuários dos receptores piratas que serão chamados para prestar depoimento e poderão responder a um processo por este motivo.

Não É a primeira vez que publicamos matÉria sobre a prisão de pessoas em Manaus por causa da pirataria da tv por assinatura, e um dos golpes realmente envolvia receptores originais roubados de uma loja que instalava NET.

Ainda não conheço nenhum caso em que os usuários de receptores piratas tenham tido problemas com a justiça pela prática, no entanto, geralmente não É fácil para a polÁ­cia identificar os usuários de receptores piratas, desta vez não parece ser este o problema já que a loja identificou muito bem os usuários dos receptores piratas.

Se o caso evoluir e algum morador de Manaus tiver informação, nos mantenham informados.

Recebemos a informação sobre esta prisão vai WhatsApp e agradecemos ao nosso leitor que nos informou sobre isto.


prisao-loja-azbox-usuarios