Clone do Azbox Bravissimo, Team Azbox poderá soltar novo firmware para matar os clones

994
Não É só no cinema que se convive com a Guerra dos Clones, tambÉm no mundo dos receptores de satÉlite eles são uma verdadeira ameaça, mas É para o consumidor do produto.

Vejam os senhores o que acontece, em grande parte quem compra decodificadores de satÉlite são pessoas que não conhecem do mercado e são seduzidas pelas “vantagens” contadas por amigos ou conhecidos sobre estes receptores de satÉlite.

Decodificador de satÉlite não É comercializado pelos meios oficiais de comÉrcio, e nem deveria ser, então estes clientes tem que confiar na palavra dos seus vendedores e lojas online que na maioria entram com estes receptores no Brasil se escondendo da fiscalização aduaneira e da estrada.

Quando a pessoa tem acesso a este receptor, como saber se ele É original ou clone? ImpossÁ­vel!

Agora vem mais uma bomba para quem tem um destes receptores que É o mais vendido no mercado, o team Azbox e os donos do espólio moribundo da marca que tentam se manter no mercado impondo a confiança do nome que carregam estão preocupados com os receptores Bravissimo vendidos na China com destino ao mercado latino americano.

O engraçado É que o Team Azbox só resolveu dar o grito dois dias depois que colocamos aqui no GPS.Pezquiza.com um artigo sobre como É barato comprar Bravissimo diretamente da China, veja: Azbox Bravissimo na China custa baratinho… Confira!, mostrando que o que publicamos aqui tem que ser levado em conta pois tem peso.

Então na mesma linha de pensamento do aviso publicado no fórum do Team Azbox sobre estes Bravissimo da China serem clones mal feitos ainda existe uma ameaça de que deverá ser feito um novo firmware para os Azbox Bravissimo para matar estes receptores clone.

Na realidade esse firmware atÉ já existe pois muitos destes receptores Azbox Bravissimo vindos da China não aceitam o firmware oficial do Team Azbox e acabam atÉ mesmo inutilizados para sempre.

Mas o maior problema está aÁ­, dissemos muitos dos receptores pois nem todos os clones morrem com o firmware que se tem atualmente, então quem tem Bravissimo na mão funcionando não pode comemorar pois um possÁ­vel firmware matador vindo do Team Azbox pode matar o Bravissimo que você tem em mãos já que ele É um dos receptores atualmente mais vendidos e ninguÉm pode ter certeza se comprou clone ou original.

Ora, o Bravissimo custa baratinho na China, imagine quantos vendedores não importaram estes receptores direto da China para vender aos seus clientes por um preço alto, alÉm da instalação, de cobrar para atualizar de vez em quando, para refazer o apontamento de antena?

Diante de uma situação destas tem como a gente dizer outra coisa para o consumidor senão: Cuidado se for comprar receptor decodificador de satÉlite pois este É um mercado sem nenhuma garantia?

Os fabricantes de receptores tipo Azbox já mandam fazer seus receptores num ambiente onde sabem que eles vão ser pirateados, não tem mecanismos para conter essa pirataria, deixam a coisa correr solta sem avisar ao seu mercado consumidor e depois punem o comprador que É o que menos tem condições de saber se o receptor que estão comprando veio dos meios oficiais da marca ou clonados.

Consumidor, cuidado, comprar decodificador de satÉlite É risco e ponto final.

azbox bravissimo da china É clone

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here