Infelizmente MINHA CASA FOI ROUBADA na semana passada… E um pedido de ajuda

6160

Infelizmente o que eu tenho a escrever hoje aqui para você não é uma coisa nada agradável.

Na última quinta feira entraram quatro ladrões na minha casa e roubaram quase tudo o que eu tinha lá, sendo que além de todos os eletrônicos de valor eles também levaram todo o meu equipamento de trabalho.

No dia em que ocorreu o problema eu fiz um vídeo com o celular e coloquei no canal GPSPezquizaOficial pois eu já sabia que não seria nada fácil ter como trabalhar aqui no site a partir daquele momento.

Esse vídeo está no seguinte link: https://youtu.be/og6zusUgfDM

Por conta do ocorrido que não tive desde aquela data como dividir aqui com os leitores do GPS.Pezquiza.com e pelas mensagens que recebi desde que publiquei tal vídeo é que vou dividir este texto aqui em duas partes, a primeira é contando o ocorrido e um desabafo sobre o que mais me afetou com este problema, e a segunda parte é por que recebi algumas manifestações de pessoas querendo me ajudar e então vou colocar aqui como isto pode ser feito, esta parte não é obrigatória para ninguém, então você pode ignorar ela se você não é uma destas pessoas que se propuseram a me ajudar, ok?

O ROUBO QUE OCORREU NA MINHA CASA E UM BREVE DESABAFO DA SITUAÇÃO A QUE ESTAMOS SUBMETIDOS NO BRASIL

O GPS.Pezquiza.com é um site que existe desde 2009 e graças a Deus, mesmo como todo esse problema grande na minha cabeça, descobri que muitos leitores me seguem desde aquela época e me tem um consideração mesmo que nem sempre concordem com o meu ponto de vista.

Quem segue meu trabalho há algum tempo sabe de algumas coisas da minha rotina que é bem diferente do que imaginam as pessoas que leem o GPS.Pezquiza.com muito esporadicamente ou que chegam aqui para ver uma publicação apenas.

Geralmente as pessoas pensam que eu só tenho como trabalho o site (este é um sonho que eu vou tentar realizar no próximo ano), mas a realidade é bem diferente, eu tenho um emprego fixo (do qual eu estou me desligando no final deste mês de outubro) e também tenho alguns outros bicos com trabalhos relacionados à internet e estou estudando muito para também operar Trade de dólar e bitcoins (essa parte da minha vida quem me segue com regularidade também sabe).

Por conta deste mix de atividades não é raro eu trabalhar 16 horas por dia como também é minha rotina dormir somente entre quatro ou cinco horas por noite, quando não estou trabalhando estou estudando o que é necessário para aprimorar minhas atividades.

No meu emprego de carteira assinada eu tenho um horário bem diferenciado, de seis da tarde até meia noite sendo que no mês eu faço uma semana de plantão (sete dias corridos), trabalhando de seis da tarde até seis da manhã do dia seguinte por necessidade do serviço.

Eu tenho alguns motivos para trabalhar deste tanto, o primeiro é por que eu sou pobre mesmo, apesar de as pessoas acharem o contrário, mas o que eu herdei do meu pai e da minha mãe já falecida foi um boa sorte meu filho e algumas dívidas. Por enquanto eu ainda não posso falar para vocês detalhes do meu emprego atual, mas alguns meses depois da minha saída vou poder e quem já me segue faz tempo vai poder entender melhor o qual importante foi isto na minha vida.

O certo é que há dezesseis anos atrás eu estava morando em Brasília sem um real no bolso, morando de favor em um quarto e sala onde morava a minha mãe e minha irmã que estavam muito endividadas e já deviam seis meses de aluguel daquele lugar, era rotina eu andar cinco, seis quilômetros daquele lugar onde eu morava para resolver algum problema da vida e economizar o dinheiro do ônibus que a gente precisava pra comprar comida ou algum remédio que a minha mãe precisava.

Naquela época eu imaginava que daquela situação eu só sairia para a morte mas nunca deixei de trabalhar honestamente e nem de trabalhar em qualquer bico honesto que me propusessem pois o que a minha família mesmo muito pobre me ensinou foi a trabalhar.

Até que arrumei este emprego em Goiânia que me mostrou que as coisas podem sim melhorar se a gente correr atrás e fazer o que é necessário, depois que comecei a trabalhar e estabilizar a vida e encontrei a minha atual esposa e a gente casou sem ter nem uma cama de casal pra dormir aí eu percebi que só o meu emprego não me dava o dinheiro suficiente para ter uma família, que ela não era tão suficiente quanto eu pensava.

Então eu comecei a pesquisar diversas maneiras de ganhar dinheiro, consegui uma pessoa que se propos a me ensinar sobre como ganhar dinheiro com site e então surgiu este site aqui que durante quase um ano me rendia 50 centavos de dólar por mês e mesmo sendo visto como um exemplo de fracasso e piada por muita gente que me conhecia, afinal todos achavam que era uma burrice dedicar algumas horas por dia durante tantos meses a uma coisa que rendia 50 centavos de dólar por mês, eu persisti e hoje o site é metade da renda que preciso para viver.

A outra metade é o meu emprego atual e alguns bicos que pego dando consultoria sobre o conhecimento que adquiri com estes anos todos tendo sucesso neste meu projeto na internet, alguns trabalhos esporádicos que conhecidos precisam para clientes de redes sociais além de estar desenvolvendo alguns outros projetos meus com o intuito de que também me ajudem financeiramente quando eu deixar o meu atual emprego no final deste mês.

O que eu tenho atualmente e também o que eu tinha e me levaram, na minha mente de menino que sempre foi muito pobre é uma riqueza grande, mas essa semana eu descobri que não é assim como eu pensava.

Eu relatei estes fatos acima da minha vida pois eu acredito no trabalho, eu acredito muito no trabalho e aconteça o que acontecer vou continuar a trabalhar seja lá quantas horas forem necessárias por dia para tentar criar os meus filhos da melhor maneira possível.

A minha vida, a minha batalha, as contas da minha casa acontecem da mesma maneira que na vida de 90% da população brasileira que tem que ralar muito pra ter alguma coisa, na minha casa é tudo financiado, a começar pela casa em 400 prestações, carro, televisão (aquela televisão que eu gostava muito e aparecia no meu quarto, a tv 4K, foi um presente de aniversário que eu comprei pra mim parcelada em 30 vezes e que eu ainda estou pagando)… A prestação da casa é um absurdo que me tira o sono todos os dias.

Quando eu quero adquirir alguma coisa na minha vida e não dá pra encaixar no orçamento o que eu faço? Procuro algum trabalho extra que eu possa fazer pra ganhar uma grana extra e aí poder comprar aquilo, foi assim pra conseguir trocar meu carro velho por um melhorzinho, foi assim quando resolvemos comprar uma casa melhor para os nosso filhos, foi assim para conseguir comprar um vídeo game que meus filhos que veio com um controle, depois de alguns meses comprei outro pra eles poderem jogar juntos e depois de alguns meses outro pra eu poder jogar com eles…

A vida acontece assim… A gente que tem vergonha na cara, e isto a maioria da população brasileira tem, trabalha e tem paciência e vai conquistando as coisas.

Mas eu descobri de um jeito muito duro esta semana que eu tive algumas ilusões nestes últimos 16 anos que me fizeram usar o dinheiro que eu ganhei, que é o fruto do meu trabalho, de uma maneira equivocada.

Eu sonhei que podia comprar para os meus filhos uma casa onde eles pudessem ter um quintal para brincar, onde eles pudessem ter um quarto deles, onde pudessem ter uma televisão para se distrair, um video game para brincar, um local sossegado para estudar, coisas estas que eu como criança não pude ter.

Por conta de tentar ter esta casa, de pagar uma escola boa para nossos filhos a gente não viaja com eles, raramente sai de casa para ir a um cinema, levar eles para comer um lanche fora de casa, ir pelo menos num local que tenha uma piscina… Na nossa cabeça a nossa casa com uma televisão em cada quarto e um vídeo game na sala para eles brincarem já era suficiente para eles se distrairem e na cabeça deles, uma menina de 10 anos e um menino de 6 anos, era também muito bom pois eles adoravam estar dentro de casa com aquelas coisas que eles julgavam serem deles.

Quem me conhece sabe a dedicação que eu tenho com os meus filhos, fiz o que pude para conseguir um turno de trabalho durante a noite, mesmo tenho que trabalhar aos sábados e feriados e tendo que fazer uma semana de plantão atravessando a madrugada, isto para poder cuidar dos meus filhos durante o dia enquanto a minha esposa trabalha e ela cuidar durante a noite enquanto eu trabalho no meu emprego formal.

Eu sonhei nos últimos cinco meses em sair do meu emprego formal e viver só do meu trabalho na internet, não por que a renda deste trabalho na internet já fosse suficiente para cobrir toda a nossa necessidade mensal, mas por que eu acredito que posso ir buscar mais coisas no horário que agora eu dedico a este emprego de carteira assinada cuja rotina puxada do trabalho noturno com poucas horas de sono e horas de sono desencontradas eu já não estava suportando.

Eu precisava relatar tudo isto para que se possa entender que o que ocorreu com a minha família na última semana não foi apenas o roubo de muitas das coisas que nós tínhamos em casa mas foi a destruição de um sonho de vida de muito sacrifício para que de uma hora pra outra cheguem uns vagabundos e levem além do que temos a ilusão que tínhamos que pelo menos dentro da nossa casa estávamos seguros. Não estávamos e não estamos, infelizmente.

Depois de passado uma semana do roubo é que pensando friamente a gente começa a entender melhor o que houve.

No momento que ocorreu o roubo não havia ninguém em casa, era 11h40 da manhã, horário em que eu saio para ir buscar meus filhos na escola, pararam dois carros na frente do portão da casa, desceram três ou quatro homens, ainda não sabemos ao certo quantos eram, conseguiram tirar o portão do trilho, arrebentar a porta da frente e entrar na casa.

De frente para a porta da sala ficava um canto que eu reservei para ser meu local de trabalho, alí estavam dois computadores que eu usava os meus trabalhos com internet, um bom notebook apesar de já ter alguns anos de uso mais ainda era muito bem configurado, Core i7 com placa de vídeo dedicada, um Mac Mini com configuração mais simples que também já tem uns dois anos de uso e dois monitores de vídeo de tamanho grande que não eram luxo, estavam alí por necessidade pois eu tenho glaucoma com um nível já elevado de degeneração macular e preciso usar monitores maiores configurados com letras maiores para poder enxergar bem o que estou fazendo, um monitor era de 23 polegadas e o outro de 29 ultrawide parcelado em muitos meses no cartão cetelem… Foram levados e mais alguns eletrônicos que estavam sobre a mesa, cabos, carregadores de celular, bateria externa, pendrives com trabalhos, três HDs com anos e anos de trabalhos, fotos de família que só estavam ali, cursos e muita informação traduzida de sites internacionais que me ajudavam muito no meu trabalho, alguns trabalhos por entregar para clientes, dois sites que eu estava formatando na esperança de colocar no ar em breve, alguns projetos que estava formatando na esperança de virarem cursos digitais e uma fonte a mais de renda para me ajudar num futuro próximo… tudo perdido.

    Deixe agora seu nome e e-mail para receber de graça nossas notícias. 94 MIL PESSOAS já recebem. APROVEITE!!!
    Você deixou seu nome e e-mail? Chegou um e-mail lá na sua Caixa de Entrada pedindo para você confirmar, FAÇA ISTO AGORA ok?

Em cima da mesa da sala havia uma bolsa que eu sempre usava com cartões de memória, cabos mais complicados de se encontrar para alguns eletrônicos específicos, microfone de lapela para gravar vídeos, cartões de banco e crédito, documentos, pendrive… levaram. Havia um notebook da minha esposa, levaram.

Arrancaram a televisão da sala, aquela TV que aparece no vídeo que publiquei sobre não ter mais Youtube em alguns televisores, este vídeo: https://youtu.be/80gBq_b9P44, um vídeo game Xbox 360 em que não pegaram nem o kinect e nem os controles, acho que na pressa de pegar outras coisas esqueceram.

Foram para os quartos dos meus filhos e pegaram as televisões que estavam nos quartos, de 32 polegadas, haviam dois notebooks antigos, core2duo da marca CCE que só funcionavam ligados na tomada mas serviam para as crianças brincarem com joguinhos na internet… levaram e mas esqueceram um dos carregadores.

Foram para o meu quarto e arrancaram a TV 4K que estava na parede, uma câmera fotográfica que estava perto da televisão, alguns eletrônicos mais simples que eu havia recebido para review e ainda estavam embalados.

Apesar de as portas dos guarda roupas estarem abertas quando eu cheguei não notei que eles conseguiram levar nada de lá até por que não havia nada lá que aparentemente valesse algo como o que eles já tinham carregado.

Do quintal eles pegaram uma boa hidro lavadora e uma caixa de ferramentas.

Enquanto eles estava carregando os carros com as coisas a minha sogra vinha chegando na minha casa e notou de longe a movimentação estranha e começou a gritar e correu pra chegar mais perto, acho que ficaram com medo de os vizinhos saírem para a rua, entraram nos carros e foram embora.

Quando eu cheguei em casa era meio dia, a minha sogra estava na rua me esperando e quando ela falou que a minha casa tinha sido roubado no momento eu não acreditei pois o portão aparentemente estava normal.

Mas ao chegar na frente de casa já dava para notar que o portão já não funcionava mais, a porta da frente estava bem arrebentada, e as coisas estavam bem mexidas.

A primeira coisa que me veio na cabeça foi o meu trabalho todo perdido e grande prejuízo financeiro que eu iria ter com a perda daqueles trabalhos que eles levaram junto com o notebook, os HDs e a minha bolsa, só isso já me deu um desespero imenso que eu não queria demonstrar para os meus filhos, mas quando os meus filhos entraram em casa e ficaram em pânico ao ver tudo mexido e que tinham levado aquelas coisas que tornava a vida deles boa naquele espaço que eles julgavam que era seguro e descobriram de uma maneira tão dura que não era, aí eu realmente senti o golpe.

É muito difícil batalhar tanto pra criar os filhos e vir um vagabundo e em 10 minutos acabar com anos de trabalho.

Uma semana de uma rotina bem complicado e bem mais dispendiosa do que nós podíamos imaginar, receber a polícia várias vezes em casa, passar cinco dias com a porta arrebentada por que a minha esposa não conseguiu trocar plantão no trabalho (ela é enfermeira) para me ajudar a vigiar a casa que não fechava mais e ir procurar porta pra comprar, somente hoje é que conseguimos uma pessoa para colocar a porta no lugar. Ainda estamos correndo atrás de uma pessoa para arrumar o portão.

Decidimos nos mudar da casa pois qualquer movimentação simples a gente já fica assustado achando que tem gente entrando no lote, dormir durante a noite se tornou um tormento que só está se resolvendo com ajuda de calmantes, até as crianças estão dormindo na base do calmante e não querem ficar no quarto delas de jeito nenhum, durante a noite eu levo elas para a cama mas quando a gente acorda de manhã elas já estão na nossa cama de novo.

A nossa preocupação aumentou quando a gente foi registrar ocorrência na polícia e ouviu as histórias que eles estavam contando lá e quando a polícia veio verificar a nossa casa e a polícia técnica também veio fazer perícia, as histórias que eles estavam contando acontecendo ao nosso redor, fomos conversar com os vizinhos e vimos que quem pode está construindo verdadeiras fortalezas em volta de suas casas pra tentar se sentirem seguros.

O mais seguro parece mesmo ser alugar um apartamento pequeno perto da escola das crianças pra tentar ter uma sensação de segurança que não sabemos se realmente existe.

A paz e o gosto que nós tínhamos pela nossa casa infelizmente sumiram para sempre, assim como todo o sacrifício financeiro que estivemos fazendo e obrigando nosso filhos a fazerem para conseguirmos chegar nesta casa que está ainda mais de 80% financiada, estará perdido.

Por mim eu vendia a casa e passava a morar simplesmente de aluguel a partir de agora, a minha esposa ainda quer tentar alugar a casa, o que não dará para pagar a prestação dela, para quem sabe num futuro em que não existir mais bandido no Brasil a gente possa voltar a morar nela.

A verdade é que eu como tantas outras famílias de bem estamos sendo expulsos pelos bandidos daquilo o que lutamos tanto para conseguir e que imaginávamos que seria nosso lugar seguro.

Se nem dentro da nossa casa nós podemos nos sentir seguros e garantir a vida dos nosso filhos e termos o mínimo de conforto para distrair a nossa cabeça depois de cumprir com o nosso dever, onde é que nós vamos poder nos sentir seguros nesse Brasil?

Esta não é a primeira violência que sofro na vida, entre outras coisas eu já sofri até um sequestro relâmpago, nem a primeira vez que tenho tanto prejuízo por conta de um roubo, mas é muito duro chegar dentro da sua casa e ver que ela foi violada por gente de tão baixa qualidade, que não respeita a moradia de uma família, isto é inaceitável.

ESTA PARTE É SÓ PARA QUEM QUER E PODE ME AJUDAR

Bem, de todos estes dias, praticamente uma semana, esta foi a primeira vez que sentei na frente de um computador e resolvi contar o que ocorreu comigo pois alguns leitores já enviavam e-mail questionando o que houve, por que eu não respondia aos e-mails e outros que haviam visto o meu vídeo que gostariam de ajudar de alguma forma.

Neste ponto eu vou ser bastante humilde para confessar para vocês que eu entendi que realmente preciso de alguma ajuda.

Quanto aos equipamentos e eletrônicos que me levaram eu decidi não repor nada, ou quase nada, já que a confiança que eu tinha em poder ter alguma coisa um pouco melhor em casa estes ladrões também levaram.

Devo comprar um ou dois monitores de vídeo para me ajudar em meu trabalho, uma ou duas tvs de 32 polegadas para as crianças e os modelos mais simples e baratos possível.

Para as pessoas que entraram em contato comigo querendo me ajudar, as que puderem há algumas maneiras que me ajudarão bastante.

– Me ajudem a compartilhar o meu trabalho no GPS.Pezquiza.com pois quanto mais ele é visualizado aumenta a chance de eu conseguir parcerias de publicidade para o site e com isto conseguir pagar as contas que agora ficaram muito maiores do que eu poderia imaginar com todo este problema a se resolver. Em breve vou resolver a minha falta de computador e fazer o possível para publicar cada vez mais no site e no canal no Youtube e conto com a sua ajuda para divulgação deste trabalho.

– Estou verificando algumas coisas que não foram levadas pois estavam em gavetas nos armários, como roteadores de internet, controle magic remoto da LG, webcam, óculos 3D, smartband… e devo colocar à venda para me ajudar a comprar alguma coisa de trabalho novamente, fique de olho e adquira algo se precisar.

– Se você é uma daquelas pessoas que querem me ajudar financeiramente, como eu disse, não estou pretendendo repor nenhum dos equipamentos que os ladrões me levaram pois na minha cabeça, no momento, tudo o que eu colocar dentro de casa vai sumir de um hora pra outra, mas eu aceitarei de bom grado a sua ajuda para que tenha como objetivo ajudar a comprar um presente para os meus filhos de dia das crianças pois isto seria uma coisa que os deixaria muito felizes depois de tudo o que ocorreu na semana passada. Entre em contato comigo pelo e-mail [email protected] se você quer me ajudar a dar um presente para os meus filhos.

Obrigado por ter compartilhado comigo este momento e que tenhamos todos momentos mais felizes daqui em diante.

[Incluído posteriormente] A pedido de um leitor que queria fazer uma doação estou incluindo um botão para doação de R$ 10 através do Mercado Pago, novamente agradeço por esta ação de todos os colegas que acompanham o meu trabalho!

Doar R$ 10