Dishpointer e a Elevação, ponto inicial para que os leigos façam um bom apontamento de antena parabólica

Apontamento de antena parabólica é um hobby prazeroso, depois que se acha o primeiro satélite e se descobre a infinidade de canais com sinal FTA nos diferentes satélites que transmitem para o território brasileiro, é difícil não se apaixonar por este “esporte”.

No entanto, para as pessoas leigas no assunto, existem algumas coisas que podem facilitar e muito este serviço, uma das mais importantes é ter uma boa ferramente que lhe informe os dados de apontamento.

Esta ferramenta você encontra aqui no nosso site, é a ferramenta Dishpointer e o GPS.Pezquiza.com é o principal site brasileiro com dicas sobre apontamento de antena parabólica e o site nacional com maior acesso para cálculo de dados de apontamento de antenas parabólicas.

Mas fazer o apontamento de antena parabólica pode se tornar um tormento se a pessoa não souber como usar bem os dados disponibilizados pelo Dishpointer, ou não souber usar estes dados numa sequência que facilitem o apontamento de sua antena banda c ou banda ku.

É por isto que sempre indicamos para os amigos que querem fazer o apontamento de sua antena parabólica que comecem pelo dado Elevação disponibilizado pelo Dishpointer.

Com um bom ajuste de elevação e sabendo o rumo para o qual você deverá girar a sua antena, o sucesso de seu apontamento é quase garantido.

Mas você sabe o que é a Elevação?

Imagine que a sua antena parabólica é um prato, se este prato não está se inclinando para frente nem para trás, a borda do prato que toca o chão estaria tocando a posição 0° no inclinometro e a borda do prato que aponta para o céu estaria na posição 180° no inclinometro.

Veja a figura abaixo para entender melhor:

Se a parte de trás da antena fosse o inclinometro – transferidor, então ficaria fácil usar a antena para fazer o ajuste da elevação de sua antena, bastando para isto você ter uma linha que pendesse para o chão a partir do meio da antena e você começasse a deitar a antena de acordo com a elevação mostrada na ferramenta Dishpointer, a linha do pêndulo então teria que ficar do valor em graus calculado pelo Dishpointer para que a elevação da antena parabólica fique correta.
veja a figura abaixo.


É a partir da elevação correta que fica mais fácil achar o sinal do satélite, pois, a partir daí, se em seu receptor você selecionou uma TP forte do satélite o qual você deseja apontar, então movendo a antena em direção ao rumo correto você deverá achar o sinal do satélite.

Para entender melhor como você, mesmo sendo leigo no assunto, pode fazer o apontamento de sua antena parabólica com a ajuda de um transferidor e do Dishpointer, veja o nosso artigo abaixo e pesquise diversos outros em nosso site no qual ensinamos a fazer o apontamento de sua antena parabólica.

Fazer apontamento de sua antena parabólica usando um transferidor escolar

Agora que você leu todo o artigo, faz favor, clica no botão do Youtube aí­ ao lado para se inscrever em nosso canal >>>
_______________________

About Richard Lima

Richard Lima é um entusiasta da tv digital via satélite e se tornou o principal mantenedor do GPS.Pezquiza.com