HOOLI TV: DELEGADO E PROMOTOR DE JUSTIÇA SE PRONUNCIAM sobre este TV BOX PIRATA

5489

Vamos falar aqui mais uma vez sobre uma aparelho que vem enganando muita gente no Brasil, que é o tal do Hooli TV, um TV Box que tenta vender tv por assinatura pirata como se fosse uma coisa legal e normal.

Antes de mais nada quero dizer que o que estou publicando aqui são apenas constatações sobre uma reportagem publicada pelo site ZH ClicRBS, que é o site do jornal Zero Hora do Rio Grande do Sul, me corrijam aí se eu estiver errado.

De maneira nenhuma esta matéria aqui é um apoio à pirataria da tv por assinatura, é apenas uma avaliação sobre as dificuldades existentes atualmente no Brasil para se combater as novas tecnologias que facilitam a proliferação de transmissões piratas de todo tipo de conteúdo de entretenimento, a verdade é que ela não se limita à TV, aos filmes, aos seriados e à música, ela já chegou aos livros, a peças de teatro, a cursos e por aí vai.

Voltando ao nosso assunto, o site ZH publicou matéria esta semana falando sobre os perigos para o consumidor ao se adquirir e utilizar um TV Box e tentou falar sobre a ilegalidade de se comprar e utilizar um TV Box.

Muito bem, na primeira parte da reportagem eu achei até a argumentação do jornal válida, já que realmente ao se adquirir o que na realidade é um pequeno computador e ligar este equipamento na sua rede a pessoa pode estar permitindo que bandidos acessem toda a informação que trafega através do roteador ao qual está ligado este TV Box.

Sobre isto prometo que farei uma matéria nesta semana aqui para o GPS.Pezquiza.com.

Falou a verdade também a reportagem quando disse que o uso da TV Box para a pirataria da tv por assinatura atenta contra as leis brasileiras ao desrespeitar os direitos autorais e causar sérios prejuízos a toda uma cadeia produtiva de conteúdos de entretenimento que investe bilhões de dólares anualmente e vê todo este investimento sendo revendido por pessoas que nada investem neste mercado.

Mas a reportagem pecou ao tentar induzir um delegado e um promotor de justiça a dizerem que há ilegalidade em se adquirir especificamente um aparelho do tipo TV Box. Mais que isto, o repórter que escreveu a reportagem tentou colocar os aparelhos do tipo TV Box no mesmo patamar de receptores de tv por assinatura piratas, que na reportagem voltaram a ser apelidados de Azbox.

Volto a dizer que não estou aqui defendendo a pirataria da tv e muito menos a pirataria através de aparelhos do tipo TV Box, estou apenas dizendo que há que se separar o joio do trigo já que há uma vasta variedade de aparelhos do tipo TV Box, muitos dos quais nada tem a ver com pirataria da tv por assinatura e se a ABTA continuar a tentar proibir a venda deste tipo de aparelho no Brasil daqui uns dias não vai se poder ter nenhum aparelho Android mais sendo vendido no Brasil.

    Deixe agora seu nome e e-mail para receber de graça nossas notícias. 94 MIL PESSOAS já recebem. APROVEITE!!!
    Você deixou seu nome e e-mail? Chegou um e-mail lá na sua Caixa de Entrada pedindo para você confirmar, FAÇA ISTO AGORA ok?

Vale lembrar que os TV Box são na realidade computadores Android, e pensando com lógica é terrível que se consiga uma liminar na justiça proibindo a venda de computadores Android, o que se tem que combater são os grupos que modificam estes aparelhos para a prática de atos ilícitos como a pirataria da tv por assinatura ou mesmo roubar informações das pessoas que ingenuamente adquirem equipamentos com software modificado.

A reportagem do ZH quis de tudo que é jeito que um delegado e um promotor de justiça condenassem genericamente os equipamentos do tipo TV Box, colocando o famigerado Hooli TV como representante máximo de todos os TV Box à venda no Brasil… Pois é, não conseguiu, conseguiu no máximo que os representantes da justiça condenassem o ato de assistir tv pirata através destes equipamentos TV Box.

o promotor de Justiça Criminal de Porto Alegre Luis Eduardo Menezes disse que o consumidor deste tipo de produto (produto que pirateia a tv por assinatura e é ligado à internet residencial) acaba se expondo ao risco de ser lesado por falta de garantia, falta de manutenção e ter que pagar taxas esporádicas para continuar assistindo à tv pirata.

Já o titular da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra o Patrimônio das Concessionárias e os Serviços Delegados (DRCP/Deic), Luciano Peringer, disse que ainda não recebeu nenhuma denúncia contra o Hooli TV, que é aquele TV Box que vem enchendo a internet com propaganda enganosa para vender tv pirata como se estivesse vendendo banana na feira, mas que em contrapartida as denúncias e apreensões conta o Azbox continuam.

A reportagem não descreveu a fala explícita do promotor falando claramente que o Hooli TV ou qualquer outro equipamento do tipo TV Box é comercialmente ilegal, e aqui estou falando especificamente sobre o equipamento e não sobre as modificações que se fazem nele para que as pessoas assistam tv de forma pirata.

Pois bem, não há legislação específica contra a compra de TV Box, já que ele é um computador, como eu disse, mas há legislação contra o contrabando de qualquer tipo de produto e no caso do Hooli TV levantasse a suspeita de que além da modificação para piratear a tv por assinatura ele seja um equipamento contrabandeado.

Por fim a reportagem credita ao promotor a afirmação de que o Hooli TV especificamente está no mesmo patamar de ilegalidade dos Azbox por infringir os direitos autorais das empresas de tv por assinatura, além disto ainda alimentam financeiramente a indústria de diversos outros tipo de crime aqui no Brasil, o que deveria pesar e muito na decisão de compra destes TV Box piratas, já que em nível mais alto na cadeia do comércio ele pode estar lavando o dinheiro do tráfico de drogas, do roubo de cargas, do assalto a bancos e tantos outros grandes crimes que acontecem todos os dias no país.

Por fim fica claro que a tv via streaming e o uso de equipamentos conectados à internet está causando muita dor de cabeça ao mercado de tv por assinatura, ele está bem maior do que o que possamos imaginar e com certeza a tv por assinatura vai se voltar com tudo contra estes equipamentos conectados, mesmo que eles não necessitem de homologação da Anatel para entrar no Brasil.

Nós brasileiros estamos correndo o risco de termos a nossa economia sendo fechada mais e mais à tecnologia, já que a alternativa de se exigir homologação de todos os produtos ligados à informática deve ser a melhor maneira para se combater a entrada de qualquer tipo de TV Box no país e de lambuja vamos jogar mais ainda para as alturas os preços de computadores e assemelhados.

Você pode encontrar a reportagem sobre a qual falei aqui no seguinte link: http://zh.clicrbs.com.br/rs/vida-e-estilo/noticia/2017/08/promessa-de-acesso-gratuito-a-tv-a-cabo-e-ilegal-9870694.html