7 PERIGOS QUE VOCÊ CORRE AO USAR UM TV BOX PIRATA E O KODI

13228

Escrevi algumas matérias recentes sobre o Hooli TV, inclusive uma em que falei sobre o pronunciamento de um delegado e um promotor de justiça sobre este tv box pirata, veja mais sobre o Holli TV clicando no link abaixo:

HOOLI TV

Na matéria que citei acima eu prometi falar sobre os perigos que existem ao se usar um TV BOX pirata, e não estou falando dos perigos de se estar fora da lei, mas dos perigos que a tal caixinha mágica de assistir tv de graça trás para a sua casa e todas as pessoas que se conectam à internet através do seu roteador e modem compartilhando com o tal TV Box pirata, seja ele o Hooli TV ou outro.

Quanto mais aumenta a crise financeira e moral no Brasil mais as pessoas desistem de pagar por uma assinatura legal de tv por assinatura e migram para as fórmulas mágicas de se assistir tv de graça, são muitas as tentações e promessas falsas de que é tudo dentro da lei que grande parte dos compradores caem na tentação sem saber que podem estar se metendo em uma encrenca bem maior do que infringir os direitos autorais das emissoras de tv paga.

Aquela caixinha que parece inocente e só quer ajudar você a assistir alguns canais de televisão através de streaming na internet pode diversos perigos ocultos que você nem imagina, e algumas dores de cabeça que você pode ter depois de usar o TV Box pirata você pode nem desconfiar que foram causadas por armadilhas que o aparelho está levando para dentro da sua casa.

É bom ter em mente que grande parte dos aplicativos que entregam conteúdo pirata no seu TV Box são versões modificadas do KODI, e por isto o Kodi é a base de uma grande parcela de ataques via internet que a sua casa pode sofrer:

Confere abaixo sete perigos que o TV Box pode trazer para dentro da sua casa, segundo os sites e fóruns internacionais especializados no assunto de segurança online:

1. Ataques Man-in-the-Middle

Um ataque Man-in-the-Middle (MitM) acontece quando um hacker intercepta, retransmite e altera as comunicações entre duas partes, controlando assim toda a comunicação.

E quando falamos em comunicação não estamos falando de troca de mensagens por aplicativos de bate papo, mas qualquer tipo de acesso que alguém usando o seu modem/roteador esteja fazendo com algum site ou serviço da internet.

As partes afetadas continuam a acreditar que estão falando diretamente entre si, mas na realidade elas estão sendo manipuladas pelo hacker.

É um método comum para distribuir malwares, embora a maioria dos protocolos criptográficos agora inclua uma forma de autenticação de ponto final para tentar evitá-los.

Dentro do Kodi, os ataques MitM segmentaram nos complementos do aplicativo.

Quando uma versão atualizada de um complemento é encontrada, ela é baixada e instalada automaticamente e o usuário só vê uma notificação pop-up confirmando a conclusão.

O processo do Kodi para encontrar novas atualizações é simples, em termos leigos, se o Kodi detectar que o arquivo MD5 local do add-on está desatualizado, ele tenta baixar um novo, o preocupante é que todo o processo de atualização é feito por HTTP sem criptografia.

Portanto, um hacker que interceptou o tráfego da sua rede e detectou que o Kodi está tentando atualizar um complemento pode enviar um arquivo MD5 aleatório quando o Kodi solicitar a atualização, instalando assim qualquer tipo de software mal intencionado no seu TV Box.

2. Complementos Desatualizados

O problema dos complementos desatualizados é uma ameaça maior ainda que a de um ataque MiM.

De acordo com algumas estimativas feitas por especialistas em segurança, aproximadamente 25% de todos os repositórios de complementos para o Kodi e aplicativos assemelhados estão mortos, adormecidos ou com conteúdo desatualizado.

O X da questão é que Kodi não sabe que esses complementos e repositórios estão mortos e a menos que você os remova manualmente do seu sistema, o Kodi continuará tentando baixar as atualizações.

Estes repositórios e complementos “mortos” estão prontos para ataques hackers e isto é feito facilmente por estes malfeitores online, é muito fácil para um hacker encontrar um repositório morto, colocar nele uma “atualização” de um complemento que estava morto e com isto “seqüestrar” milhares de dispositivos que usam este complemento.

Este tipo de ataque é bem mais fácil para um hacker executar do que o ataque que citamos acima.

A única maneira de você encontrar add-ons desatualizados é ler o log (complicado) ou verificar regularmente o portal do add-on (demorado).

Como sempre, as implicações são amplas e potencialmente graves. Os hackers poderiam clonar informações pessoais, roubar senhas e até conseguir uma aquisição completa dos dispositivos que estão conectados à sua rede, explorando brechas nos softwares dos dispositivos que estão conectados a ela.

3. Malware em Add-Ons

Complementos permitem acessar serviços como YouTube e Dropbox através do seu aplicativo Kodi são um sonho de todo mundo que resolve aderir ao TV Box pirata, alguns deles permitem que você (muitas vezes, ilegalmente) transmita TV ao vivo, acesse bibliotecas de filmes e obtenha outros conteúdos de vídeo gratuitos.

Dada a sua natureza, não é surpreendente que alguns destes complementos tenham uma proveniência suspeita já que nenhum deles é desenvolvido pelo site oficial ao qual eles acessam.

Infelizmente, um add-on desonesto pode ser tão grave quanto um vírus de computador normal.

Um dos desenvolvedores seniores do Kodi declarou recentemente que: “Os complementos podem conter qualquer coisa, desde o código estranho que monitora toda a atividade do seu dispositivo a até mesmo arquivos ZIP que já vem infectados”.

Você pode ajudar a se proteger usando apenas os add-ons da lista branca do repositório oficial do Kodi, mas os complementos oficiais não incluem nenhum dos populares conteúdos de TV, filmes e esportes, ou seja, não há nada de conteúdo pirata oferecido oficialmente pelos desenvolvedores do software Kodi, eles já declararam oficialmente que não tem nada a ver com os complementos piratas e que eles não tem como controlar ou mesmo barrar que pessoas façam este tipo de complemento para o seu media player que foi desenvolvido apenas para o uso com conteúdo legal.

    Deixe agora seu nome e e-mail para receber de graça nossas notícias. 94 MIL PESSOAS já recebem. APROVEITE!!!
    Você deixou seu nome e e-mail? Chegou um e-mail lá na sua Caixa de Entrada pedindo para você confirmar, FAÇA ISTO AGORA ok?

Sendo assim as pessoas que desejam acessar conteúdo pirata continuarão a correr um sério risco de serem afetadas por vírus e toda a sorte de aplicativos mal intencionados.

4. Rastreamento por parte do seu provedor de internet

São raras as pessoas que declaram abertamente que assistem a conteúdo obtido ilegalmente, mas a realidade é muita gente usa aplicativos para acessar conteúdo de entretenimento de forma pirata.

Acontece que de uns tempos para cá os produtores de conteúdo em diversos países do mundo resolveram processar provedores de internet e serviços de armazenamento de arquivos que contenham conteúdo pirata ou que permitem que seus assinantes acessem conteúdo pirata.

O que os provedores resolveram fazer? Muitos deles resolveram rastrear os acessos feitos por aplicativos de mídia player como o Kodi e até mesmo monitorar qual o conteúdo estava sendo visualizado pelo IP que estava fazendo aquele acesso.

Como exemplo, nos Estados Unidos muitas pessoas que usam o Kodi para acessar conteúdo protegido por direitos autorais recebeu uma carta ameaçadora do seu provedor de internet.

Lá os provedores monitoram rotineiramente todo o seu tráfego na web e recentemente publicaram uma estatística de pessoas que visualizavam o conteúdo de programas de televisão e filmes através do Kodi.

Ninguém sabe realmente o que aconteceu depois que a pessoa recebeu a carta com ameaças vinda do provedor de internet.

Entre as opções do que o provedor faria estavam coisas como ela poderia ter o seu serviço cortado… Eles passariam as informações da ilegalidade para as agências governamentais…

Você deve estar pensando que este tipo de coisa não acontece aqui no Brasil, mas pense bem, será mesmo que os provedores de internet brasileiros não mantém uma lista de usuários de internet que acessam conteúdo ilegal através de aplicativos de streaming? Você colocaria a mão no fogo para afirmar que não?

5. A TV Box com Kodi de baixa qualidade

Kodi pode ser difícil de configurar para um novato e é por isto que há um mercado em expansão vendendo as TV Box pré-configuradas com o Kodi.

É durante grandes eventos televisivos que a venda das TV Box piratas, ou Kodi Box, explodem na internet.
As caixas geralmente são executadas no Linux, no Android ou no sistema operacional Chrome; Amazon Fire Stick também está disponível, pronto para plug-and-play com sua TV.

Os próprios desenvolvedores do Kodi destacaram em uma postagem em seu blog dois perigos existentes nestas TV Box Kodi de baixa qualidade que se alastraram pelo mundo afora:

Perda financeira – muitas vezes estas TV Box estão sendo criadas e vendidas por pessoas que não têm a menor intenção de fornecer um aparelho estável e de qualidade. Eles só querem ganhar dinheiro rápido, e neste caso é o seu dinheiro.

O pirata é somente você – Como eu venho sempre alertando aqui no GPS.Pezquiza.com, o conteúdo das caixas pré-configuradas é frequentemente considerado como totalmente legal do ponto de vista do hardware e mesmo que venham com algum software pré instalado, desta forma quem vende o aparelho se isenta totalmente de problemas com a justiça, do ponto de vista da pirataria, isto por que se alguém quiser piratear um conteúdo protegido por direitos autorais, este alguém será quem cometer a ação efetivamente, ou seja, esse alguém será você que já estará comprando o aparelho com a intenção de piratear a tv por assinatura, filmes e tudo o mais e a partir daí não há como você se isentar juridicamente tentando dizer que não sabia o que estava fazendo.

APROVEITANDO O ENSEJO PEDIMOS QUE VOCÊ NÃO COMPRE NENHUM RECEPTOR PIRATA QUE POR VENTURA APAREÇA EM PROPAGANDAS NESTE SITE OU EM QUALQUER OUTRO SITE DA INTERNET, INFELIZMENTE NÃO TEMOS COMO CONTER A PROLIFERAÇÃO DESTE TIPO DE PROPAGANDA ATRAVÉS DO SISTEMA DE ANÚNCIOS DO GOOGLE, CONTAMOS COM A SUA COLABORAÇÃO.

6. Quebra de Privacidade

O Kodi e outros aplicativos oriundos dele tem sérios problemas de privacidade para quem o utiliza e compartilha do aparelho com outras pessoas da mesma residência.

Uma delas é o chamado registro de status de observação do Kodi.

Ele marca todos os vídeos que você assistiu com um toque.

Ele teoricamente facilita retomar os vídeos de onde você parou, como uma série de TV ou filme, por exemplo.
Parece ser uma ótima, mas ele pode ter criar sérios problemas de privacidade.

O registro de status de observação não vai roubar suas senhas ou comprometer sua rede – mas pode ser embaraçoso dependendo do conteúdo “secreto” que você estava assistindo e que foi retomado por seus filhos pequenos, por exemplo.

7. Registro permanente do conteúdo assistido.

O Kodi mantém um registro permanente de cada vídeo que você já viu no aplicativo.

Não importa se você excluiu o vídeo de origem, removeu o link do repositório ou parou o funcionamento do complemento.

Cada item assistido está devidamente registrado no banco de dados de vídeo.

Isso sim é uma forte questão de privacidade.

Não há nada no aplicativo que possa limpar o banco de dados.

Há um botão “Limpar Biblioteca” mas só funcionará com o conteúdo que foi adicionado à biblioteca de mídia.
Alguns fanáticos da Kodi tomaram medidas para resolver o problema. Eles lançaram um add-on chamado ” Database Pre-Wash Scrub “.

Ele irá limpar o banco de dados de vídeo removendo referências a caminhos e arquivos antigos que não estão mais listados nas fontes do aplicativo.

O complemento ainda está em versão beta, portanto, use por sua conta e risco.


— wp_ad_camp_3 –>