Oi e Tim poderão ser uma operadora só em breve

515

A Oi publicou hoje um fato relevante – um tipo de comunicado ao mercado que pode alterar o valor das ações da empresa em bolsa de valores – sobre ter recebido uma proposta que envolve a fusão com a operadora de telecomunicações Tim.

Seria a fusão de duas grandes operadoras de telecomunicações que passam por um momento financeira delicado no Brasil.

Segundo a Oi, o fundo de investimentos russo Letter One lhe enviou uma “proposta de exclusividade para potencial transação com o fim específico de possibilitar uma consolidação do setor de telecomunicações no mercado brasileiro envolvendo uma potencial combinação de negócios com a TIM Participações S.A”.

    COLOQUE seu nome e e-mail abaixo para receber nossas notícias. +100 MIL PESSOAS já cadastradas!!!
    CHEQUE AGORA SUA CAIXA DE ENTRADA para ativar a inscrição no e-mail de confirmação que foi enviado para você

A proposta da Letter One é realizar na Oi um aporte de US$ 4 bilhões – dinheiro que deve ser usado para cobrir obrigações da Oi frente aos seus credores.

No entanto, para receber este aporte a Oi terá que aceitar a fusão com a TIM Participações S.A.

A resposta ainda não foi revelada pela Oi, que diz estar analisando a proposta tanto juridicamente quanto financeiramente.

Qual seria a participação societária da Letter One na empresa formada após a fusão entre Oi e Tim também não foi comentado ainda, no entanto, o mercado avalia a proposta como excelente e que a Oi estaria recebendo bem mais do que o valor da empresa atualmente na bolsa de valores.

Como aquela conversa de que a Directv/Sky estaria interessada em comprar a Oi parece ter morrido, será que em breve teremos aí uma nova operadora formada da fusão entre Oi e Tim?