LASCOU! ANATEL MARCA NOVA DATA PARA BLOQUEAR CELULARES DA CHINA… E O MEU É O PRIMEIRO QUE VAI RODAR

2718

Vixi, a notícia não é nada boa para milhões e milhões de brasileiros que tem algum equipamento conectado à internet cujo EMEI não foi “validado” para uso em aparelhos no Brasil.

A Anatel marcou uma nova data para começar a retirar esses aparelhos da rede de telefonia no Brasil, ou seja, todos os aparelhos que se conectam à rede de telefonia móvel e que a Anatel considera “pirata” não conseguirão mais fazer esta conexão a partir do dia 9 de maio de 2018 em diante conforme cronograma divulgado pela Anatel.

O problema é entender o que é que a Anatel chama de celular pirata e outros aparelhos que se conectem à rede móvel, porque o negócio é bastante confuso e entre as diversas informações que eu já vi sobre o assunto nenhuma delas conseguiu clarear sem sombra de dúvida esta questão.

A Anatel diz que piratas são aqueles telefones de baixa qualidade, com EMEI adulterado (caso dos roubados por exemplo), telefones falsificados e que são cópia de modelos de outras marca e também aqueles cujo EMEI não está registrado na base da GSMA, que é uma associação que representa o interesse de operadoras de telefonia móvel em todo o mundo.

O desligamento servirá para contentar as fabricantes de aparelhos móveis estabelecidas no Brasil e que viram o seu mercado ser invadido por aparelhos importados da China, a retirada destes aparelhos da rede móvel brasileira vem sendo adiada desde 2014 sendo que as operadoras de telefonia móvel fizeram bastante força para barrar este desligamento desde quando ele foi anunciado e ainda hoje não concordam que ele ocorra como o governo e as fabricantes “nacionais” desejam.

O motivo é que um milhão de aparelhos importados entram no mercado brasileiro a cada mês e as operadoras temem que com a proibição de uso destes aparelhos elas percam uma bela fatia de faturamento mensal, além do corte que vai ocorrer naqueles terminais que já estão acessando a rede móvel e deixarão de funcionar de um dia para o outro.

    Deixe agora seu nome e e-mail para receber de graça nossas notícias. 94 MIL PESSOAS já recebem. APROVEITE!!!
    Você deixou seu nome e e-mail? Chegou um e-mail lá na sua Caixa de Entrada pedindo para você confirmar, FAÇA ISTO AGORA ok?

A Anatel jura que não está adotando tal medida para proibir a importação de aparelhos móveis para o Brasil, segundo a agência aqueles aparelhos “legalizados” não serão retirados da rede de telefonia móvel mesmo que tenham sido adquiridos no exterior, mas não deixa claro se a regra do que ela entende por legalizado atinge somente o fato de as marcas fabricantes estarem em conformidade com todas as normas internacionais da telefonia móvel e comércio deste tipo de dispositivo ou se há também a obrigatoriedade de declarar a entrada do aparelho no Brasil e pagar todos os impostos devidos pela importação destes dispositivos, coisa que grande parte dos usuários deste tipo de aparelho não faz.

De qualquer maneira quem é dono de um aparelho de telefonia móvel importado, principalmente da China, já está com uma pulga atrás da orelha.

No meu caso eu serei um dos primeiros a saber se o meu smartphone, um chinês Ulefone Gemini Pro, será proibido de se conectar à rede de telefonia móvel brasileira.

Irei descobrir isto no dia 21 de fevereiro de 2018 quando a Anatel começará a enviar SMS para os moradoras de Goiás e do DF com a informação de que o seu aparelho será desconectado da rede de telefonia móvel brasileira em 09 de maio de 2018 por estar em desconformidade com as regras de uso desta rede de telefonia móvel.

Goiás mais uma vez será a região teste do tal desligamento, fato que também ocorreu com a tv analógica.

O restante do país deverá cumprir o cronograma estabelecida pela agência, sendo que São Paulo, os estados da Região Sul, Acre, Rondônia, Tocantins, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul serão os próximos a sofrerem este corte que está marcado, nestes locais, para o dia 8 de dezembro de 2018. Já a data para o envio do SMS da morte será em 23 de setembro de 2018.

Então se você importar o seu smartphone chinês saiba que ele já pode chegar com a data de deixar de funcionar marcada.